quinta-feira, 28 de agosto de 2014

FLORESTA = ÁGUA

Faz algum tempo que escutamos que a água será motivo de guerra no futuro, pois então, o futuro chegou. Já estamos vendo a “guerra” jurídica e midiática que e o estado de São Paulo está travando com o estado do Rio de Janeiro pela água do Rio Paraíba do Sul (sem contar algumas regiões do Brasil que travam essa batalha há muitos anos e os crescentes conflitos ignorados na África).
Aqui em nossa região temos visto os partidários simpáticos à gestão do governo do estado, dizendo que o Rio de Janeiro está sabotando São Paulo, não permitindo o uso que pretende do Paraíba do Sul. Por sua vez, a mídia carioca, simpática ao seu governo diz que São Paulo quer sabotar o Rio de Janeiro. Por trás disso tudo estão os próprios governos estaduais defendendo seus “objetivos”.
Quando os técnicos (não partidários) falam percebemos que nem São Paulo, nem o Rio de Janeiro e tampouco o governo federal, têm cumprindo com suas obrigações de gestão. Segundo afirmou Márcio Pereira, especialista em meio ambiente para a Exame Meio Ambiente: "As nossas agências reguladoras deveriam fazer a mediação de conflitos, mas esse papel ainda não foi implementado. Cabe ao governo fazê-lo. É o processo de integração entre diferentes politicas que está faltando. O setor elétrico tem uma política, o setor de resíduos tem outro, o de água tem outro, assim fica difícil". Ou seja, o que sempre falo: planejamento não é o nosso forte.
Recentemente a Deutsche Welle publicou uma matéria com dados da S.O.S. Mata Atlântica relacionando o desmatamento ao agravamento da crise hídrica de São Paulo, apresentando, inclusive, dados de experiências realizadas. Mas o que é obvio para os ambientalistas, chamados de “eco-chatos”, não parece óbvio para a administração pública, preocupada com números e a manutenção do poder. O desflorestamento de 70% na região do Sistema Cantareira, ou seja, a diminuição das florestas próximas ao principal fornecedor de água da região metropolitana contribuiu diretamente para o acelerar da crise e seca nos reservatórios.
Os números são importantes (queda da criminalidade, índices de aprovação, número de casas populares construídas, ruas asfaltadas etc.), a manutenção de poder pode ser importante, se tratamos de um bom governo. Mas qualquer plataforma de governo deve colocar o meio ambiente em lugar de destaque, concorrente com as prioridades da região. Será que o desespero de última hora é que vai pautar as ações no meio ambiente nesse país? Às vezes devemos parar e pensar se estamos avançando ou “inchando”, diminuindo assim as chances de reverter o quadro futuramente.
Recentemente a Alemanha nos deu uma lição em campo, mas é interessante refletir que eles vêm dando lições de sustentabilidade ambiental e de organização há muito tempo. Angela Merkel, (a Chanceler, equivalente à Presidente ou Primeiro Ministro) líder respeitada e admirada mundialmente, antes de ascender a posição mais importante daquele país, foi Ministra do Meio Ambiente. Essa é a importância que um país desenvolvido dá ao meio ambiente.
Voltando ao nosso país e a nossa região, a crise da água em São Paulo só não está sendo debatida e causando tanta preocupação porque estamos em campanha eleitoral, e todo mundo sabe o que acontece nesse período.
De acordo com estudos recentes a crise no abastecimento de água não se deve apenas ao calor recorde e ao menor índice de chuvas já registrado nos últimos 84 anos. Especialistas defendem que o desmatamento em bacias hidrográficas contribui para diminuir a quantidade e a qualidade das águas, tanto superficiais quanto subterrâneas. Isso é gravíssimo!
Diante destes dados o que nós cidadãos podemos fazer? Existe toda a campanha contra o desperdício, que é totalmente pertinente, porém eu sugiro, em primeira importância, atenção aos poucos remanescentes de florestas que ainda temos em nossa região, os quais estão sendo aos poucos e sorrateiramente destruídos.
Rio Paraíba do Sul. Foto: Alexandre Ramos


Nenhum comentário:

WWF

Descubra quanto de Mata Atlântica existe em você!

Arte para Crianças e para todos!

Algumas Preferidas!

Arquivo Algumas Preferidas

# (Brasil) Luiz Gonzaga - Programa Radiola
# (Jamaica) Skatalites - Guns of Navarone
# (Chile) Illapu - Que Broten las Palabras
# (Canada) Rush - The Trees
# (Brasil) Paulinho da Viola - Foi um Rio que passou em Minha Vida
# (Austrália) Hoodoo Gurus - Come Anytime
# (Brasil) Toquinho - O Caderno
# (Austrália) Midnight Oil & Warumpi - Blackfella-Whitefella
# (EUA) Tracy Chapman - Fast Car
# (Cuba) Buena Vista Social Club - Chan Chan
# (Inglaterra) Yusuf Islam (Cat Stevens) - Morning Has Broken
# (EUA) Moby - Lift Me Up
# (Russia) Tchaicovsky - 1812, Abertura
# (Mali) Salif Keita - Moussoolou
'

MESTRES

"As qualidades ou virtudes são construídas por todos nós no esforço que nos impomos para diminuir a distância entre o que dizemos e o que fazemos"

(Paulo Freire)

.

"Desfruta a terra, mas sem possuí-la. Por falta de iniciativa, os homens estão onde estão, comprando e vendendo, desperdiçando a vida como escravos."

(Henry David Thoreau)

.

“É melhor a ausência de luz do que uma luz trêmula e incerta, servindo apenas para extraviar aqueles que a seguem.”

(Mikhail Bakunin)

.

“Mais do que amor, do que dinheiro, do que religião, do que fama, do que justiça, me dê a verdade.”

(Henry David Thoreau)

.

"Se todo animal inspira ternura, o que houve, então, com os homens?"

(Guimarães Rosa)

.

“Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.”

(Gandhi)

.

"Quando o homem aprender a respeitar até o menor ser da criação, seja animal ou vegetal, ninguém precisará ensiná-lo a amar seu semelhante."

(Albert Schwweitzer)

.

"Saibam que, antes do que se pensa, de novo se abrirão as grandes alamedas por onde passará o homem livre, para construir uma sociedade melhor."

(Salvador Allende)


Ajude a Wikipedia a continuar dividindo conhecimento

Wikipedia Affiliate Button